Palavra Chave:


Conheça mais
    Faça sua reclamação
    Direitos de Família
    Direito Penal
    Direito Civil
    Direito Trabalhista
    Direito do Consumidor
    Direito Previdenciário
    Polícia
    Política
    Direito Procesual Civil
    Direito Previdenciário
    Direito Processual Penal
    Sua Saúde
    Noticias
    QUEM SOMOS
Arquivos
    Publicações
    Petições


VERGONHA NACIONAL - Brasil decepciona em ranking de qualidade da educação
Professores despreparados, salários baixos, falta de infraestrutura nas instituições de ensino, altos índices de...
Quem avacalha a política?
São intermináveis aquelas “avacalhações” da política que Lula atribui à imprensa. Mas citemos apenas mais uma: foram os...
veja mais

 
27/08/2012 - 15:18 - Corrupção e serendipity

Gazeta do Povo - 26-08-2012

http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/conteudo.phtml?tl=1&id=1290542&tit=Corrupcao-e-serendipity

Corrupção e serendipity

Alguma surpresa com o voto do ministro Ricardo Lewandowski inocentando João Paulo Cunha, Marcos Valério et caterva das acusações de corrupção e peculato no caso dos R$   50 mil recebidos pela mulher do deputado? Claro que não. Na linguagem turfística, essa era a famosa “pule de dez”, a aposta em um cavalo que só rende ao apostador a devolução do seu dinheiro. Outras pules de dez se seguirão; quem viver verá.

Curioso no voto é o distanciamento entre os fatos e a exegese jurídica da culpabilidade de Cunha e dos demais. Quando se tornou público que sua mulher havia ido ao Banco Rural e de lá saído com R$   50 mil em dinheiro, o deputado mentiu, dizendo que ela havia ido à agência bancária pagar uma conta de tevê por assinatura. Descoberta a mentira, apareceu a versão de que o dinheiro teria sido dado por Marcos Valério para financiar uma nebulosa pesquisa eleitoral, como se fosse natural alguém retirar R$   50 mil em dinheiro, dados por alguém que nada tinha (supostamente) a ver com a política de Osasco e com o PT. O ministro Lewandowski preferiu esquecer o insólito da situação concreta e a mentira nas explicações para ir buscar na interpretação dos “atos de ofício” a fundamentação de seu voto.

Pois é... para os leigos e as mentes mais pedestres – entre as quais me incluo gostosamente –, algo continua a soar estranho em um episódio no qual um presidente da Câmara dos Deputados, que poderia por atos do destino presidir nosso país, manda sua mulher retirar R$   50 mil em dinheiro em um banco atolado até o pescoço nas denúncias do mensalão e, em seguida, mente sobre o fato. Pois é, de novo.

O curioso nesses episódios de corrupção é o papel da descoberta casual, a chamada serendipity. O sujeito vai procurar algo e acha outra coisa. No caso brasileiro, o sujeito pensa que está mexendo com corrupção miúda e esbarra num lamaçal de grandes proporções.

Fernando Collor e o inesquecível Paulo César Farias montaram um esquema bilionário de propinas e de relações promíscuas com o grande empresariado; no entanto, o que desvendou a trama toda foi uma modesta Fiat Elba, na qual os fundilhos nobres de Collor nunca devem ter sentado.

O funcionário dos Correios pego no filme recebendo uma propina estava embolsando míseros R$   3 mil, menos da metade do preço de uma garrafa de Romanée Conti de boa safra, o vinho par excellence de nove entre dez hierarcas públicos brasileiros (o décimo prefere o Chateau Petrus, de preço semelhante). Na sequên­­cia, apareceu o aparelhamento da empresa pelo PTB, o inefável Roberto Jefferson confessando que recebeu R$   4 milhões e, ainda na sequência, ficou claro que R$   4 milhões eram menos que os 10% da gorjeta do garçom, somados todos os desembolsos do mensalão.

Aos trancos e barrancos, a Justiça brasileira está vivendo seu momento decisivo. Do histórico julgamento em curso emergirá a certeza de que “ainda há juízes em Berlim” – aliás, em Brasília; ou a de que o formalismo e o ritualismo continuarão a reger nossos destinos, dos quais só a serendipity nos livra vez por outra.

Belmiro Valverde Jobim Castor é professor do doutorado em Administração da PUCPR.

Inserida por: Dr. Espirito Santo fonte:  Gazeta do Povo
Imprimir   enviar para um amigo
voltar  
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 04 DE ABRIL DE 2018
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 04 DE ABRIL DE 2018 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Natalia Nascimento Clemente Data: 30.01.2018 18:38 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 03/03/2018
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 03/03/2018 -01-Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de CARLA C. FRETESCHI do NASCIMENTO Data: 14.02.2018 14:06 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 15 DE JANEIRO DE 2018
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 15 DE JANEIRO DE 2018 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Lauriana Cristina Data: 02.01.2018 15:41 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 27 DE DEZEMBRO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 27 DE DEZEMBRO DE 2017 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Gean Anderson Silva Data: 02.11.2017 14:48 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– 29 DE OUTUBRO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– 29 DE OUTUBRO MDE 2017 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Sahira Branco Data: 26.10.2017 14:18 De: Para:
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
Reclamação contra Revista Abril - Revista Princesa
De : Lurdes Bueno Data: 24/09/2017 17:47 (GMT-03:00) Para: espirito_santo1943@hotmail.com Assunto: Revista abril Sou assinante da revista princesas a anos da editora abril..sempre fiz várias reclamações porqu
RECLAMAÇÃO E ELOGIO DE CONSUMIDOR
Levei à Refrigeração França, foto acima, um bebedouro elétrico marca Beliere, modelo Juninho para substituir uma das torneiras. O aparelho voltou com vazamento. Levei de volta para resolver o problema, mas o vazamento continuava. O diagnóstico técnico fo
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017 -01- Nome Completo: Andreia Borges E-mail: andreia-borges-2012@Hotmail. com Cidade: São Paulo Estado: SP Conheceu: Não conheço só comprei a

Total de Resultados: 14187

Mostrando a página 1 de um total de 1419 páginas

12345678910PróximoFinal

  Cadastre seu email e receba as novidades do reclamando.com.br
Cadastrar | Remover